Memória


A memória é uma das faculdades mais distintivas e intrigantes do ser humano. Através dela, temos a capacidade de nos aproximar ou mesmo distanciar de fatos, sentimentos, momentos, alegrias e tristezas. Consciente ou inconscientemente a usamos como defesa quando queremos esquecer situações difíceis pelas quais passamos, ou como um resgate quando queremos relembrar situações agradáveis que nos trazem felicidade.

O mais interessante é que, em ambos os casos, todo esse conteúdo vive dentro de nós e porque não dizer, são parte de nós. Sendo assim, estamos diante de um aspecto fundamental e complexo para o desenvolvimento do ser humano – integrar nossa memória, aceitando toda a nossa história, inclusive lembranças e mesmo “esquecimentos” que em algum lugar dentro de nós clama por vir à tona e ser liberado da prisão em que o colocamos para resistir às dores que talvez não pudéssemos suportar no momento em que ocorreram. Entretanto, ao não acessarmos tais conteúdos, não nos permitimos ir além, ficando escravos, muitas vezes, de sentimentos que não compreendemos, medos sem causa aparente, auto sabotagens, crenças limitantes, etc.

Mergulhar nas profundezas da nossa memória não é viagem simples e requer coragem e perseverança. A coragem nos dá a força para buscarmos cada átomo de memória, vasculhando todos os cantos lá do quarto dos segredos, dispostos a nos deparar com os fantasmas, alguns imaginários e outros bem reais, e mesmo para recordar pequenos momentos especiais que também abandonamos por aí, nos caminhos interiores, e que por vezes nos trazem sensações de poucos momentos felizes. Coragem é agir com o coração, é ter uma atitude de carinho e amor para consigo mesmo, resgatando as partes segregadas e abandonadas do nosso ser, completando as peças do quebra-cabeça, reconstituindo o tecido de linho do nosso coração.

A perseverança é o que sustenta a busca, para que o viajante não desista frente ao primeiro sinal de fumaça, e que o impulsione em direção ao fogo que muitas vezes não percebemos, mas que queima nossas virtudes, nossa energia, nossa capacidade de ação, nossos desejos, consumindo pouco a pouco a nossa felicidade. Perseverar é manter-se na perspectiva de ultrapassar todos os obstáculos que nos impedem de ver a nós mesmos como merecedores da realização plena dos nossos sonhos.

Eis, então, um importante aliado no caminho do nosso desenvolvimento e uma chave-mestra para o trabalho do despertar, levando-nos a romper com limitações e caminhar mais livremente. Memória - em mim mora.

Posts em Destaque
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey LinkedIn Icon

© 2015 Daniel Caetano Coaching Evolutivo | danielcaetano74@gmail.com | 55 (31) 9-9879-9551

Rua Adolfo Pereira, 346, Anchieta - Belo Horizonte / MG /  Brasil

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • LinkedIn - White Circle